Espera Marido

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Alguém sabe a origem do pãozinho Espera Marido e porquê ele se chama assim? 
Não sei o motivo, mas quando penso em Espera Marido, sempre me lembro da Cueca Virada. Dois nomes engraçados para dois tipos de pão que são fritos. E acho que a grande diferença entre eles, além do formato, é que o Espera Marido é banhado com uma calda de açúcar e depois passado no coco ralado, enquanto a Cueca Virada é polvilhada com açúcar e canela.
Bom, mas hoje a receita é de Espera Marido. E que Espera Marido, viu?! A massa fica super macia e leve. Fizemos a versão frita e também a assada. Sugiro que faça o mesmo aí na sua casa, pois, sinceramente, ninguém conseguiu dizer de qual gostou mais...

Espera marido

5 ovos
2 xícaras de leite morninho
2 xícaras de açúcar
1/2 colher (chá) de sal
1 1/2 colher (sopa) de fermento biológico fresco
Farinha de trigo até dar ponto (cerca de 1 kg)

Calda
1 litro de água
2 xícaras de açúcar
200g de coco ralado

Preparo
1. Em uma bacia grande, misture os ovos, leite, açúcar e sal. Despedace o fermento sobre essa mistura e junte a farinha pouco a pouco, sempre mexendo com uma colher de pau ou mesmo com as mãos. Quando a massa estiver já um pouco consistente, passe-a para uma superfície enfarinhada e comece a sovar a massa. Preste muita atenção nessa etapa pois a massa NÃO deve ficar dura, mas sim bem macia e até fácil de grudar nas mãos. Cubra com um plástico e deixe descansar em um lugar livre de corrente de ar por cerca de 2 horas - dependendo da temperatura do dia. Quanto mais frio, mais lento será o crescimento e maior o tempo de espera.

2. Depois da massa já ter dobrado de tamanho, leve novamente para uma superfície levemente enfarinhada e retire todo o ar da massa dando soquinhos. Divida a massa em pequenas porções e faça rolinhos. Faça um nó com cada rolinho de maneira que fique como NESTA foto. Coloque em uma forma untada e deixe crescer por mais 50 minutos.

3. Aqueça uma boa quantidade de óleo em uma panela grande e frite os pãezinhos até dourar. Atenção a temperatura do óleo, que não deve estar nem muito quente para dourar por fora e ficar cru por dentro e nem muito frio, para não enxarcar o pão. Escorra em uma peneira, passe pela calda de açúcar e pelo coco ralado e sirva.

4. Se preferir, você pode assar os pãezinhos. Pré-aqueça o forno a 180˚C e depois de deixá-los crescer aqueles 50 minutos, asse por cerca de 40 minutos ou até adquirirem uma bonita cor dourada. Banhe cada pãozinho na calda de açúcar e depois passe no coco ralado.

Calda
Leve para ferver a água com açúcar até formar uma calda um pouco espessa. Pode utilizá-la ainda bem quentinha para banhar os pães.

Rende: Cerca de 60 pãezinhos.


Espera Marido FritoEspera Marido assado
Foto da esquerda: pãozinho frito; Foto da direita: pãozinho assado

Outros pães:
Pão de cocoPão doce simples


Assine a Newsletter do Chocorango e não perca nenhuma atualização.

31 comentários:

  1. Oi Ta, tudo bem? Como está o bebê?

    Então, o espera marido na minha terra é um doce, e não um pãozinho...coisas de país grande como o nosso, né?

    Adorei a aparência desse pãozinho e fiquei com vontade de provar...quem sabe não me arrisco no fim de semana.

    Beijo bem grande!

    ResponderExcluir
  2. oi Talita,
    Apesar de eu gostar de pesquisar,não achei a receita.Mas, vou continuar tentando.
    Na verdade o que importa a origem se o pãozinho é tão delicioso assim,né?
    Bj e uma boa semana pra vc,
    Lylia

    ResponderExcluir
  3. Hummm Lili que delíciaaa!!! manda uns pra cá, eu estou esperando meu marido chegar...rsrsrsrsrsrsrsrs

    Beijinhosss

    ResponderExcluir
  4. Talita que lindos esses pãezinhos!!! Engraçado é que tenho uma receita que se chama espera marido mas é um tipo de pudim, não sabia que existia a versão pãezinhos, e até hoje não sei o significado, mas adorei a receita, tanto assado como frito deve ficar bom. Lindos...bjokas

    ResponderExcluir
  5. Talita, amo esse pãozinho. Minha mãe sempre faz, mas chamamos nozinhos, eu até fiz esses dias, e tinha esquecido de postar a receita no meu blog, a receita é um pouco diferente da sua. Tb não sei dizer se gosto mais deles fritos ou assados.
    Os seus ficaram lindos.
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Talita, nunca tinha ouvido esse nome. Acho que lá no Sul deve ter outro nome! Mas adorei a receita! beijos e boa semana

    ResponderExcluir
  7. Oi Talita!
    Lembrei da minha infância, minha mãe sempre fazia e, é ela que me disse que esses bolinhos se chamam espera marido porque demoram um pouco para serem feitos, então as mulheres antigamente faziam enquanto esperavam seus maridos chegarem em casa do trabalho.
    Se é real ou não, não sei, mas que tem lógica, isso tem.
    Adoro seu blog!!!
    Bjoks

    ResponderExcluir
  8. hummmmmm, que delícia!!!

    Mas eu não sabia que chamava Espera Marido!!

    bjs,
    http://tudojuntoemisturado-lala.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. maravilhosos..amei a receita..e como está o baby?espero que tudo bem..bjus

    ResponderExcluir
  10. Que giro, em Portugal o dece espera-maridos que conheço é um doce de colher, algo entre mousse baba de camelo :)

    ResponderExcluir
  11. Quase deu tempo de ir pra cozinha fazer pra "Esperar a esposa"...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  12. Ah Talita, que legal essa receita !!! eu conhecia já.... fiz há muito tempo atrás, copiei de um livro de receitas antigo, acredita que muitas medidas eram na "casquinha do ovo", muito doido isso... lembrei do seu post sobre medidas outro dia...rsrsrs

    ResponderExcluir
  13. Ai!
    Amo espera marido!
    Tem 1 tia minha, só uma que sabe fazer uma receita maravilhosa de espera marido e vez ou outra no reunimos e fazemos um montão deles......
    E sobre a origem do nome dizem aqui em casa que é porque a mulher (antigamente) não trabalhava, só cuidava da casa e ficava ali toda paciente fazendo os "nozinhos" na massa enquanto esperava o marido chegar do trabalho.
    E dizem, as más linguas que se você olhar bem, com olhos maliciosos, rsrsrsr, verá que o nózinho lembra uma determinada parte do orgão sexual feminino.....
    Rsrsrsrrs, não sei a procedencia desta história, mas aqui em casa qdo a gente faz, fica lembrando e rindo muito!!!!
    Pra mim este pão/bolinho, tem sabor doce de recordação!

    bj

    ResponderExcluir
  14. Oi Talita, amo esses pãezinhos, mas os conheço por nozinhos... assados ou fritos!
    Comeria uma dúzia deles agora mesmo!rs...
    bj e boa semana...

    ResponderExcluir
  15. Talita, o nome realmente é engraçado, infelizmente tbm não conheço a história, mas fiquei curiosa! haha
    Fiquei muito feliz de ter conhecido a Vanessa e realmente foi graças a você! :D
    Tenho que te falar que desde que conheci seu blog, aprendi muito e vc só teve a agregar em minha vida!
    Ontem mesmo, vim aqui buscar receitas de biscoitinho, mas não resisti e repeti o Snickerdoodle! haha
    Sobre a história do sorteio, eu ainda nem vi a cor do prêmio e ja esta caminhando pra um ano tbm! haha
    Daqui a pouco 7 meses, daí pra 12 meses é um pulo né? Mas eu fiz aquela postagem não pelo prêmio, que graças à Deus não me faz falta, mas sim pela falta de consideração... Você mesma que tbm passou/esta passando por isso, sabe como é uma situação incômoda!
    Mas infelizmente nem só de blogs bons vive a blogosfera, sorte que encontramos muitos que valem a pena acompanhar! :D

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  16. Que maravilha, eu adoraria comer agora um , com esse aspecto tão delicioso e fofo.

    bjs.

    ResponderExcluir
  17. Olá Talita
    Adorei estes bolinhos, ficaram tão perfeitinhos!! Beijinhos

    ResponderExcluir
  18. Lindos, perfeitos, fantásticos e super deliciosos certamente!
    Quem me dera provar um agora com este café!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  19. RECEITA MARAVILHOSA TALITA,EU QUERO E VOU FAZER,QUE DELÍCIA!

    BEIJOS.......

    ResponderExcluir
  20. Eu já conhecia esta receita, mas não conhecia por este nome!! rss

    ResponderExcluir
  21. espera marido que conheço por pão de nó.

    ResponderExcluir
  22. vou fazê-los assados que são mais saudáveis!!!

    ficou linda a foto!!!!

    http://deliciasdaisa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  23. Geeeeeeente... babei! Adoro pães caseiros, especialmente esses bem especiais! Vou aprender a receita COM CERTEZA!

    ResponderExcluir
  24. Que maravilha de massa!
    Amei!
    Tem receita nova no meu blog, quando puder passa lá,
    Bjs!

    ResponderExcluir
  25. Quando estava no Japão tinha uma amiga (do Paraná) que fazia cueca virada e levava pra gente, eu adorava!! O espera marido eu não conhecia, mas tenho certeza de que é maravilhoso!!
    Bjos

    ResponderExcluir
  26. Ai que delícia isso rs, não tenho marido mas ...adorei!Quem sabe um dia não faço rs.

    ResponderExcluir
  27. Acabei de fazer essa receita neste feriadão... os bolinhos ficaram maravilhosos!!! As crianças daqui agradecem... Vcs ñ imaginam o que rende essa massa e de como ela é saborosa e macia... ameeeeeeeeei

    ResponderExcluir
  28. Então, aqui no Sul a gente chama estes pãozinhos de nó-de-sogra e a diferença que existe com a cueca virada são os fermentos envolvidos na massa. Enquanto o nó-de-sogra leva fermento biológico, a cueca virada leva fermento químico.
    Abraços!

    ResponderExcluir

Pin It button on image hover
© Chocorango - 2013. Todos os direitos reservados. Criado por: Talita B. Tecnologia do Blogger. Chocorango