Meu MEL virou DOCE DE LEITE!!

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Explicar eu não consigo, mas meu mel virou doce de leite!

Tudo começou quando trouxe um pote de mel da casa da minha mãe. Mel esse que meu próprio pai colheu e minha própria mãe espremeu na peneira e despejou nos potes, com o selo Mamãe de procedência 100% Puro.

Chegando em casa, coloquei na geladeira porque no verão tive problemas com as formiguinhas. E para minha surpresa, ele não açucarou, mas virou um bloco duro e cremoso. 

Agora que o tempo esfriou, retirei da geladeira e ele adquiriu essa textura e aspecto de doce de leite. O sabor continua de mel, claro. Embora o mel do sítio do meu pai seja mais suave que os comprados. As abelhas são européias e africanas e não recebem nenhum tipo de suplementação artificial.


Na foto abaixo, a foto de como estava o mel antes de ir para a geladeira.


Se alguém souber o que aconteceu, se já aconteceu com o mel de vocês... Me contem. Eu achei ótimo! Dá MUITA vontade de comer mel. :D

Salada de Inverno - Repolho, Ervilha e Bacon - Atualização da ervilha Copacol

sábado, 14 de maio de 2016

Essa é uma salada inspirada em uma receita do Jamie Oliver. A original pedia por repolho tipo savoy, broto de repolho e folhas de couve-de-bruxelas, mas minha versão foi bem simplificada e usei apenas repolho manteiga.

Gostaria de fazer uma pequena atualização naquele post sobre as ervilhas, porque fiquei um bocado decepcionada com os últimos 3 pacotes de ervilha Copacol que comprei em Maringá. Não estava doces e macias como os primeiros 3 pacotes que adquiri aqui em Cianorte. 

Chateada, fui investigar a embalagem e descobri que essas de qualidade inferior foram produzidas em Shandong, China. Então, por favor, atentem-se a esse detalhe na hora da compra. O brócoli e milho de Shandong estavam gostosos.


1/4 de xícara de bacon picado
1/2 cebola fatiada fininho
1/2 xícara de ervilha fresca ou congelada
1 prato de repolho manteiga cortado
1/4 de xícara de água ou caldo de carne
Sal
Pimenta

Preparo
1. Em uma panela bem quente, frite o bacon em sua própria gordura (se for mais magro, acrescente um fiozinho de óleo). Quando estiver dourado, retire e doure a cebola na gordura que ficou na panela. Junte a ervilha, metade do repolho e a água e deixe cozinhar até as folhas ficarem macias. Acrescente a outra metade do repolho, tempere com sal e pimenta. Junte o bacon reservado e misture bem, desligue o fogo e sirva.

Rende: 3 porções.


Brownie para Dois

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Chamei esse brownie "Brownie para dois", porque apesar de ter feito uma receita inteira, rendeu tão pouco que praticamente só serviu a duas pessoas. Mas é uma receita fácil, barata e deliciosa.

Servi com sorvete e uma calda de caramelo feita às pressas, mesma receita do caramelo dessa torta de maçã.

Aproveito pra dizer que amanhã, sexta-feira dia 13, vai ao ar na revista digital Mais Magazine uma entrevista minha. Para quem não conhece, é a revista digital do Mais Cupon, site de descontos e promoções.

Receita adaptada de Juenessa no site Food.com

*Xícara medidora de 240ml

3/4 de xícara de açúcar
1/2 xícara de óleo de girassol
2 ovos grandes
1 colher (chá) de essência de baunilha
50g de chocolate amargo derretido
1 colher (sopa) de cacau em pó (usei chocolate em pó)
1/4 de colher (chá) de sal
1/2 xícara de farinha de trigo 
1/4 de colher (chá) de fermento em pó (bem pouquinho mesmo)

Preparo
1. Pré aqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinha uma forma quadrada bem pequena. Usei uma forma retangular de 9x22cm.

2. Misture bem o óleo e açúcar. Junte os ovos, chocolate derretido e baunilha e misture. Adicione o cacau, sal, farinha e fermento e misture. Coloque na forma e asse por cerca de 20 minutos ou até formar uma casquinha na superfície. O centro deve ficar bem úmido. Retire do forno e sirva quentinho com sorvete, se preferir.

Rende: 2 boas porções.


Minhas Queridas Ervilhas

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Por incrível que pareça, até me casar, nunca me atentei que as ervilhas enlatadas  poderiam ser encontradas frescas. Porque para mim elas sempre foram insossas, com uma textura de papa, envoltas num líquido viscoso indecifrável.

Daí então conheci as ervilhas frescas e ainda assim não foi aquele amor à primeira vista. Os anos foram passando e finalmente nos encontramos novamente. Não enlatada, nem completamente fresca, mas congelada.

É estranho, mas estou completamente obsecada pelas ervilhas congeladas. Coloco no arroz, na sopa, na carne, no purê de batata... Já fiz uma receita maravilhosa com repolho, bacon e ervilha do Jamie Oliver e tenho buscado insaciavelmente por mais preparos que levem essa bolinha carismática.

Tenho usado as ervilhas congeladas produzidas em Albacete, na Espanha, e distribuidas pela Copacol. Fiz questão de indicar a marca porque a qualidade me consquistou. Ervilhas macias e doces que vem soltinhas no pacote, prontas para serem usadas. O bom do congelado é isso, estar sempre ali à mão quando você mais precisa.


E logo abaixo, meu arroz, que ganhou um novo status em casa justamente pelo combo das ervilhas doces + milho fresco + cenoura cortadinha. Ah, e por falar em arroz, estou usando Rizzeto, uma marca nova e que também me surpreendeu na qualidade. Espero que continue assim. Deu um trabalhão para fazer um montinho assim bonito, porque esse arroz é tão soltinho que não tomava forma.


No prato, arroz cozido com cenoura e milho, quando está pronto coloco as ervilhas, tampo e deixo abafado por uns cinco minutinhos para descongelar. Elas são tão macias que não vejo necessidade de cozinha-las por um longo tempo.
Salada de tomate cereja e rúcula e um bife de maminha temperado apenas com sal e pimenta do reino e um molhinho chimichurri meio fajuto, feito só com salsinha picada, alho espremido, um pouquinho de vinagre de vinho tinto, azeite e molho de pimenta (porque não tinha pimenta fresca pra picar).

É isso. Em outro post eu volto falando dos brócolis congelados Copacol, que são como frescos, mas a uma temperatura de -18ºC. :)

Este NÃO é um publieditorial.

Mini Naked Cake de Leite Condensado, Coco e Goiabada

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Esse bolinho ficou muito mais romântico do que havia planejado. Talvez tenha sido a proximidade do meu aniversário de 8 anos de casamento que foi há exatos 10 dias.

Infelizmente, as fotos não fazem justiça ao tanto que ele ficou fofinho pessoalmente, no sentido mais... Fofo da palavra.

Apesar da massa levar leite condensado, não fica muito doce e quero repeti-la miutas e muitas vezes de tão maravilhosa. E o bolo, mesmo sendo recheado com goiabada, não ficou pesado e enjoativo, pelo contrário, ficou delicado.

A receita da massa veio do ICKFD e mudei o preparo, fiz na batedeira porque estou sem liquidificador e substitui uma colher de farinha por amido de milho. Consegui um resultado fantástico, tipo pão de ló, só que mais saboroso.

Receita da massa adaptada do site I Could Kill For Dessert

*Xícara medidora de 240ml

4 ovos grandes
1 lata de leite condensado
100g de coco ralado (usei menos de 50g)
1/4 de colher (cha) de sal
1 xicara menos 1 colher (sopa) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de amido de milho
1 colher (sopa) de fermento em po

Para Regar
1 xícara de espumante
1/4 de xícara de agua
(pode ser um outro liquido que você ache que combina)

Recheio
160g de goiabada
3/4 xicara de agua

Açúcar de confeiteiro para polvilhar

Preparo
1. Pre aqueca o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe o fundo e laterais de 3 forminhas de 13cm de diametro. Como eu nao tinha tres, guardei a massa na geladeira enquanto assava o bolo em tres partes. Essa massa foi suficiente para 3 bolos de 13cm mais um bolinho ingles pequeno.

2. Na batedeira, bata os ovos, leite condensado, coco ralado e sal ate dobrar de volume. Junte a farinha e amido peneirados e o fermento. Misture delicadamente com uma espatula ate estar tudo homogeneo. Preencha pouco menos da metade de cada forminha e leve para assar por cerca de 13 minutos ou ate dourar. Fique atento porque os bolos sao pequenos e assam muito depressa. Desenforme. Fure os bolos com um garfo e regue generosamente. Eu desenformei, reguei e recheei ainda quente.

Recheio
3. Em uma panelinha, leve ao fogo a goiabada cortada em cubinhos e a agua. Deixe derreter e engrossar. Reserve para esfriar. Se necessario, acrescente mais algumas gotas de agua para ficar cremoso.

Montagem
4. Separe o recheio em duas partes e aplique em um bolinho. Empilhe o proximo bolo e recheie com a outra porcao de goiabada. Cubra com o ultimo bolinho e peneire acucar de confeiteiro na superficie. Decore do jeito que preferir e sirva.

Rende: 4 porcoes.




Pin It button on image hover
© Chocorango - 2013. Todos os direitos reservados. Criado por: Talita B. Tecnologia do Blogger. Chocorango